Diretor de marketing dá dicas de planejamento estratégico – vidaeestilo
outubro 21, 2018
Um diálogo entre mulheres e a publicidade
outubro 23, 2018

Ministro do TSE suspende peça publicitária do PT por incitar medo

Ministro do TSE suspende peça publicitária do PT por incitar medo

Agência de Propaganda em Santos

A ação para suspender a propaganda da Coligação O Povo Feliz de Novo foi impetrada pelos advogados de Bolsonaro

Criação de Aplicativos em Santos – Por
Agência Brasil

Oportunidade em agência de publicidade de Santos
access_time

21 out 2018, 10h00

chat_bubble_outline

more_horiz

Jair Bolsonaro (Adriano Machado/Reuters)

Serviços Offline – O ministro do Tribunal Superior Eleitoral Luís Felipe Salomão determinou a suspensão da transmissão de propaganda eleitoral da Coligação O Povo Feliz de Novo (PT/PCdoB/PROS), veiculada na televisão, nos dias 16 e 17 de outubro. Na decisão, ele diz que a propaganda incita o medo na população.

Feitiço para empresa crescer – Salomão alerta que a propaganda tem potencial para potencial para “criar, artificialmente, na opinião pública, estados mentais, emocionais ou passionais”. Segundo ele, houve violação do Artigo 242 do Código Eleitoral.

Rádio para supermermercados – Para o ministro, a forma como a peça publicitária trata a possível vitória do candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL), ultrapassou os limites da razoabilidade e infringiu a legislação eleitoral.

Criação de Site – “A distopia simulada na propaganda, considerando o cenário conflituoso de polarização e extremismos observado no momento político atual, pode criar, na opinião pública, estados passionais com potencial para incitar comportamentos violentos”, diz a decisão.

Criação de Site em Santos – A ação para suspender a propaganda da Coligação O Povo Feliz de Novo foi impetrada pelos advogados de Bolsonaro.


Notícias sobre

Fonte:

O post Ministro do TSE suspende peça publicitária do PT por incitar medo apareceu primeiro em Lima & Santana Propaganda.

Os comentários estão encerrados.