Será lançado em breve edital de publicidade para Presidência da República
agosto 5, 2019
Twitter. Dados pessoais foram usados em publicidade graças a erro
agosto 7, 2019

Dieselgate: Antigo CEO da Audi acusado de fraude e publicidade enganosa.

Agência de Propaganda em Santos

Sites em Santos
Texto: Filipe Bragança
Data: 6 Agosto, 2019


Gerenciamento de redes sociaisRupert Stadler é um dos quatro arguidos acusados pelo Procurador da cidade de Munique.

Estande para Intermodal – O antigo CEO da Audi, Rupert Stadler, é apontado pela justiça alemã como um dos responsáveis pelo escândalo do ‘Dieselgate’. Na base das acusações, estão os crimes fraude e publicidade enganosa. A procuradoria do Ministério Público alemão declarou que “desde 2015, Stadler tinha plena consciência do esquema do Grupo Volkswagen”, e que “nada fez para impedir a venda de automóveis ‘manipulados’”.

Home – 1
Ainda que a justiça alemã tenha optado por não revelar a identidade dos outros 3 arguidos, a agência Reuteurs avança com o nome de um deles – Wolfgang Hatz, antigo funcionário da Audi e da Porsche. De acordo com esta agência, Hatz e outros três engenheiros são acusados de terem desenvolvido motorizações, concebidas para ‘disfarçar’ emissões.

Simpatia para atrair dinheiro e sorte
Desde 1990 que Stadler fazia parte da Audi, tendo subido à posição de director no ano de 2007. Em 2010, fazia parte dos quadros do Grupo Volkswagen. Detido desde Junho do ano passado, o seu contracto que mantinha com a Audi foi cessado, em Outubro desse mesmo ano.

Veja também:

CEO da Rimac leva-o num ‘tour’ pela sua fábrica
BMW despede-se do ex-CEO Mercedes com pequena provocação (c/ vídeo)
Vídeo mostra a extravagante festa do ex-CEO Renault-Nissan
Ghosn terá tentado forçar saída do CEO da Nissan

Agência de Publicidade em SantosFontes: Autocar / Autoblog

Fonte: https://www.turbo.pt/dieselgate-antigo-ceo-da-audi-acusado-de-fraude-e-publicidade-enganosa/

O post Dieselgate: Antigo CEO da Audi acusado de fraude e publicidade enganosa. apareceu primeiro em Lima & Santana Propaganda.

Os comentários estão encerrados.